Pró-Reitores de Pesquisa dos Institutos do Norte e Nordeste avaliam a evolução do CONNEPI

connepi-reuniao-pro-reitores (1)

Por Jaqueline Oliveira

Pró-Reitores das regiões Norte e Nordeste que integram o Fórum de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (Forpog) do Conselho Nacional dos Dirigentes das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) se reuniram na quarta-feira, 02, durante a realização do X Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação (CONNEPI). Eles discutiram sobre a evolução do congresso que, em 2015, celebra dez anos de existência. O X CONNEPI ocorreu de 30 de novembro a 03 de dezembro, em Rio Branco-AC.

connepi-reuniao-pro-reitores (2)

Durante a reunião, os gestores avaliaram aspectos gerais do Congresso, realizado neste ano de 2015 pelo Instituto Federal do Acre (IFAC). Para o coordenador da região Nordeste no Forpog, Carlos Henrique Alves, o diferencial da décima edição do congresso foi a presença de personalidades da política nacional que são, também, pensadores das realidades da educação e do meio ambiente, Lula e Marina Silva. “Isso foi um marco que realmente fechou muito bem a década, os dez anos de CONNEPI”, declarou.

connepi-reuniao-pro-reitores (3)

Já o coordenador da região Norte no Forpog, Augusto dos Santos, destacou a evolução do congresso ao longo da década. “Sem dúvida observamos uma evolução imensa. Ficou evidente a força do Acre para a realização de grandes eventos. O CONNEPI recebeu congressistas e trabalhos de todas as regiões do país”, afirmou Augusto dos Santos, também Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação do Instituto Federal do Tocantins (IFTO).

connepi-reuniao-pro-reitores (4)

Um dos idealizadores do CONNEPI, o Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), José Ivan Pereira Leite observa que os Institutos que sediam o congresso passam a investir mais em ações para fomentar o desenvolvimento da pesquisa.  “As instituições que sediam o CONNEPI são motivadas a investirem mais em programas de iniciação científica, na criação de editoras e em publicações especializadas, por exemplo. Isso cria um ambiente importante para consolidar a pesquisa voltada para a solução dos problemas locais”, argumentou.

Compartilhar
Print this pageEmail this to someoneShare on Facebook1.2kTweet about this on TwitterPin on Pinterest0